SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue7Potential carbon assimilation estimate in canopies of Brachiaria speciesStructural and morphogenetic responses of swards of Brachiaria species to defoliation intensity author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Agropecuária Brasileira

Print version ISSN 0100-204X

Abstract

GIMENES, Flávia Maria de Andrade et al. Ganho de peso e produtividade animal em capim-marandu sob pastejo rotativo e adubação nitrogenada. Pesq. agropec. bras. [online]. 2011, vol.46, n.7, pp. 751-759. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2011000700011.

O objetivo deste trabalho foi avaliar metas de manejo para capim-marandu (Urochloa brizantha cv. Marandu) submetido a pastejo rotativo e a doses de nitrogênio, de janeiro de 2009 a abril de 2010. Os tratamentos consistiram da combinação de duas frequências de pastejo (altura pré-pastejo de 25 e 35 cm) e de duas doses de fertilizante nitrogenado (50 e 200 kg ha-1 por ano) em delineamento de blocos ao acaso com arranjo fatorial 2x2 e quatro repetições. A altura de pós-pastejo estipulada foi de 15 cm. Maiores valores de ganho de peso médio por animal por dia (0,629 e 0,511 kg dia-1) e por hectare (886 e 674 kg ha-1), bem como de taxa de lotação (3,13 e 2,85 UA ha-1), foram observados nos pastos manejados com altura pré-pastejo de 25 cm. A aplicação de 200 kg ha-1 de N resultou em aumentos na percentagem de folhas na massa de forragem pós-pastejo, nas taxas de acúmulo de forragem, na taxa de lotação e no ganho de peso por área. A mais adequada estratégia de manejo corresponde à altura pré-pastejo de 25 cm, independentemente da dose de nitrogênio utilizada.

Keywords : Urochloa brizantha; altura do dossel; altura pré-pastejo; altura pós-pastejo; manejo do pastejo; taxa de lotação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese