SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 número1Demanda de tração e propriedades físicas de um Argissolo em diferentes manejos e intensidades de tráfegoConcentração do ciclo de produção de pinhão-manso por meio de podas de formação ou de produção índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204X

Resumo

ABRAHAO, Sheila Andrade; PEREIRA, Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga; SOUSA, Raimundo Vicente de  e  LIMA, Adriene Ribeiro. Atividade antioxidante in vitro e in vivo de café bebida mole. Pesq. agropec. bras. [online]. 2012, vol.47, n.1, pp.127-133. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2012000100017.

O objetivo deste trabalho foi determinar a atividade antioxidante do café, bebida mole, in vivo e in vitro, antes e após a torração. Para a análise da atividade antioxidante in vitro, foram utilizados os métodos de sequestro de radicais livres (DPPH) e de atividade quelante de íons Fe2+. Foram utilizados, para o ensaio in vivo, ratos Zucker diabéticos, portadores de síndrome metabólica, e ratos Zucker controle. Os animais receberam doses diárias das bebidas de café, por gavagem, por 30 dias. Após o tratamento, foi realizada a avaliação de peroxidação lipídica. As amostras torradas apresentaram a maior percentagem de sequestro de radicais livres. As concentrações nas amostras de café verde e torrado foram similares às do padrão Trolox. Das amostras torradas, a torração média se destacou com maior atividade quelante de íons Fe2+. Os cafés verdes mostraram maior poder quelante do que os torrados. Compostos presentes no extrato diminuíram a lipoperoxidação hepática e renal que é comum em casos de diabetes e síndrome metabólica. O café apresenta atividade antioxidante e protege o fígado e os rins dos animais contra a lipoperoxidação comumente presente em quadros de diabetes mellitus tipo 2 e síndrome metabólica.

Palavras-chave : Coffea arabica; diabetes mellitus tipo 2; peroxidação lipídica; radicais livres.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons