SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue9Soil color for the identification of areas with different yield potential and coffee qualityDelineation of irrigation management zones in a Quartzipsamment of the Brazilian semiarid region author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Agropecuária Brasileira

Print version ISSN 0100-204XOn-line version ISSN 1678-3921

Abstract

BAPTISTA, Gustavo Macedo de Mello; VIVALDI, Daniella Dias  and  MENESES, Paulo Roberto. Correção atmosférica e de "crosstalk" em dados Aster para mapeamento da relação mineralógica de solos. Pesq. agropec. bras. [online]. 2016, vol.51, n.9, pp.1272-1282. ISSN 0100-204X.  https://doi.org/10.1590/s0100-204x2016000900027.

O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência das correções atmosférica e de "crosstalk" (vazamento de radiação entre detectores) da qualidade das imagens RCGbscale, em dados SWIR do Aster, sobre a identificação da relação mineralógica RCGb [caulinita/(caulinita + gibbsita)], em uma mancha de solos expostos derivados do Complexo de Niquelândia, composto por gabronoritos, noritos e piroxenitos. Utilizaram-se dados brutos L1A, L1B (radiância no topo da atmosfera), produtos AST07 (reflectância de superfície sem correção de "crosstalk") e AST07XT (reflectância de superfície com correção de "crosstalk"), os módulos de correção atmosférica Flaash e Quac, e o programa de correção "crosstalk" CRSTK30. Os resultados foram ordenados de acordo com os seguintes parâmetros: os transectos RCGbscale e RCGbATG; a identificação da espacialização da relação mineralógica nas imagens RCGbscale, fatiadas em classes de valor Ki; e a verificação quantitativa do grau de similaridade entre os valores dos 17 pontos dos transectos RCGbscale e RCGbATG, por meio dos testes estatísticos t de Student e U de Mann-Whitney. Os procedimentos apresentaram 75% de resultados satisfatórios para o estudo proposto. Os dados L1B, bem como os efeitos atmosféricos e os do "crosstalk", não interferem na identificação da relação RCGb. Estudos em outros solos devem ser incentivados para melhor compreensão da interferência dessas correções nos dados Aster.

Keywords : Complexo de Niquelândia; minerais opacos; relação mineralógica RCGb; sensoriamento remoto.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )