SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 número9Qualidade física e frações da matéria orgânica de um Planossolo sob sistema plantio diretoSeleção de indicadores da qualidade do solo para diferentes sistemas de manejo do solo no Cerrado índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Agropecuária Brasileira

versão impressa ISSN 0100-204Xversão On-line ISSN 1678-3921

Resumo

COSTA, Claudio Hideo Martins da; CRUSCIOL, Carlos Alexandre Costa; FERRARI NETO, Jayme  e  CASTRO, Gustavo Spadotti Amaral. Efeitos residuais da calagem superficial em solo tropical com plantio direto. Pesq. agropec. bras. [online]. 2016, vol.51, n.9, pp.1633-1642. ISSN 0100-204X.  http://dx.doi.org/10.1590/s0100-204x2016000900063.

O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos em longo prazo da aplicação superficial de calcário sobre a fertilidade do solo e sobre a nutrição mineral e a produtividade de soja, e de aveia-preta e sorgo em sucessão. O experimento foi realizado em Latossolo Vermelho argiloso, em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram das doses de calcário de: 0, 1.000, 2.000 e 4.000 kg ha-1, aplicadas em outubro de 2002 e novembro de 2004. Amostras de solos foram tiradas de cinco camadas do solo, até a profundidade de 0,60 m. A calagem superficial foi efetiva em reduzir a acidez do solo e elevar os teores de Ca+2 e Mg+2 em profundidade. Além disso, ela elevou os teores de fósforo disponível e de matéria orgânica do solo, em longo prazo (48 a 60 meses após a última calagem). A calagem superficial melhorou a nutrição das plantas, principalmente quanto a N, Ca e Mg, e aumentou a produção de matéria seca e a produtividade de grãos da culturas, mesmo em anos com distribuição regular de chuvas. As maiores produtividades de soja, aveia-preta e sorgo foram obtidas com as respectivas doses de calcário estimadas em 4.000, 2.333 e 3.281 kg ha-1, para a matéria seca da parte aérea, e de 2.550, 3.555 e mais de 4.000 kg ha-1, para a produção de grãos.

Palavras-chave : rotação de culturas; experimentos de longa duração; nutrição de plantas; fertilidade do solo; acidez subsuperficial do solo; componentes da produção.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )