SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número1Fenologia e produção de gemas em cultivares e seleções de pessegueiro na região de Jaboticabal-SPAtividade da pectinametilesterase e sua relação com a perda de firmeza da polpa de mamão cv. Sunrise Solo e Tainung índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945

Resumo

ROLIM, Glauco de Souza et al. Previsão do número de frutos a partir da quantidade de estruturas reprodutivas em laranjeiras. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2008, vol.30, n.1, pp. 48-53. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000100011.

O trabalho buscou testar a hipótese de que o número final de frutos (nº/m3) depende da quantidade de botões florais, flores e/ou chumbinhos que ocorreram previamente. Esta hipótese baseia-se na premissa de que a planta integraliza as condições edafoclimáticas disponíveis para seu crescimento e desenvolvimento. A hipótese foi testada em laranjeira "Valência" (Citrus sinensis (L.) Osbeck.) enxertada em: tangerineira "Cleópatra" (VCL) (Citrus reshni Hort. ex Tan.) e limoeiro "Cravo" (VCR) (Citrus limonia Osbeck). Foram avaliadas as seguintes relações entre as estruturas reprodutivas: Frutos= f(Chumbinhos); Frutos= f(Flores); Frutos= f(Botões); como também Flores= f(Botões), e Chumbinhos= f(Flores); além de Frutos= f(flores do lado noroeste) para a VCL, e Frutos= f(botões do lado noroeste) para VCR sugeridos por análise de cluster. As avaliações do número de estruturas reprodutivas foram realizadas nos quatro pontos cardeais da copa (1m3/setor). Devido aos elevados valores de R2, índice de concordância (d) e relativos baixos erros absolutos percentuais médios (EAPM), resultantes de regressão exponencial, em relação a: Flores = f(botões) (R2=0,85 e R2=0,82; d= 0,95 e d= 0,95; EAPM= 15,2% e EAPM= 19,1%, para VCL e VCR, respectivamente) e principalmente ao número de frutos (por exemplo: Frutos = f(botões); (R2=0,62 e R2=0,71; d= 0,89 e d= 0,88; EAPM= 5,0% e EAPM= 2,1%, para VCL e VCR, respectivamente), verificou-se que a hipótese proposta é verdadeira, ou seja, é possível a estimativa do número futuro de frutos, a partir do número atual de estruturas reprodutivas (botões florais e flores).

Palavras-chave : Citrus sinensis; modelo não-linear; Cleópatra; Cravo; flor; chumbinho; fruto.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português