SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue2Phenology, production and content of strawberry crops cultivars anthocyanins produced under protected environmentDormancy broken of 'Hosui' pear trees with mineral oil in two training systems author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Fruticultura

Print version ISSN 0100-2945

Abstract

FLOREZ, Sandra Liliana et al. Crescimento de plantas de lulo (Solanum quitoense Lam.) afetadas por salinidade e substratos. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2008, vol.30, n.2, pp. 402-408. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000200023.

Durante 12 semanas, foi estudado o efeito de 0; 30 e 60 mM de NaCl e dos substratos (turfa vermelha, ou de mistura de turfa, areia, ou solo 3:1:1 [w/w]) sobre o desenvolvimento vegetativo de lulo, uma espécie de fruto originária dos Andes. O experimento foi feito em condições de casa de vegetação, utilizando vasos plásticos de polipropileno de 2.000 cm3. Foram avaliadas as mudanças em altura de planta, número de folhas e nós, área foliar, massa seca total da planta (DM) e relação raiz parte aérea. Com o incremento da concentração salina, a altura de planta, o número de folhas e de nós, as áreas foliares e a massa seca da planta diminuíram, enquanto a relação parte aérea/raiz aumentou. As plantas de lulo cultivadas em areia foram as mais afetadas pela salinidade e apresentaram mortalidade total aos 60 mM de NaCl. Assim, as plantas mantidas em turfa ou na mistura de substratos apresentaram maiores alturas, número de folhas e nós, áreas foliares e conteúdo de massa seca. A relação parte aérea/raiz foi mais baixa no controle (solo) e nas plantas cultivadas em areia (30 mM NaCl).

Keywords : Solanum quitoense; salinidade; NaCl; altura de planta; área foliar; massa seca; turfa; areia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English