SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue2Use of earthworm casting in the production of papaya seedlingsQuality of 'paluma' guavas minimally processed treated with 1-methylcyclopropene author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Fruticultura

Print version ISSN 0100-2945

Abstract

NASCIMENTO, Rhutynéia Joana Silva do; COURI, Sonia; ANTONIASSI, Rosemar  and  FREITAS, Suely Pereira. Composição em ácidos graxos do óleo da polpa de açaí extraído com enzimas e com hexano. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2008, vol.30, n.2, pp. 498-502. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452008000200040.

A palmeira Euterpe oleracea (Mart.), conhecida como açaizeiro, é nativa da Amazônia e tem-se destacado pelo potencial dos seus produtos, em especial pela importância econômica para a fruticultura regional. A polpa de açaí contém alto teor de óleo vegetal, cerca de 53% em base seca, e é uma fonte de ácidos graxos essenciais. Neste trabalho, a composição em ácidos graxos da fração lipídica da polpa de açaí foi determinada por cromatografia gasosa de alta resolução. O óleo foi obtido pelo processo enzimático ou por extração com n-hexano. A extração enzimática, em meio aquoso, tem sido indicada como uma alternativa para a obtenção de óleos vegetais derivados de polpas de frutas. Os resultados apresentaram diferenças não significativas na composição em ácidos graxos dos óleos provenientes das diferentes técnicas de extração. Em ambos os casos, houve predominância dos ácidos graxos monoinsaturados (68% a 71%) e de ácidos graxos poliinsaturados (7,7% a 10,6%).

Keywords : óleo de açaí; ácidos graxos; tecnologia enzimática.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese