SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número3Caracterização dos pirênios e métodos para acelerar a germinação de sementes de muruci do clone AçuBoro em abacaxizeiro 'Pérola' no norte fluminense: teores, distribuição e características do fruto índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

SILVA, José Tadeu Alves da; SILVA, Inêz Pereira da; MOURA NETO, Asthor de  e  COSTA, Édio Luiz da. Aplicação de potássio, magnésio e calcário em mudas de bananeira 'Prata-anã' (AAB). Rev. Bras. Frutic. [online]. 2008, vol.30, n.3, pp.782-786. ISSN 0100-2945.  https://doi.org/10.1590/S0100-29452008000300037.

Para aplicar elevada quantidade de K no solo, é necessário que exista Mg em quantidade adequada, para evitar o aparecimento de distúrbios fisiológicos na bananeira. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da aplicação de potássio (K), magnésio (Mg) e calcário sobre o desenvolvimento de mudas de bananeira 'Prata-anã' (AAB) cultivadas em casa de vegetação. Os tratamentos foram distribuídos no delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições em esquema fatorial (5x5x2), correspondentes a cinco doses de K (0; 200; 400; 800 e 1.600 mg dm-3), cinco doses de Mg (0; 30; 60; 90 e 180 mg dm-3) e duas doses de calcário dolomítico (0 e 2 t ha-1). A produção da massa da matéria seca das mudas de bananeira aumentou com as aplicações de K e calcário no solo e reduziu com as doses de Mg. Para a produção máxima da massa da matéria seca da parte aérea das mudas de bananeira, a relação Ca: K: Mg no solo apresentou valores de 2,0: 0,3: 0,9, que correspondem a 62%, 9% e 28% da saturação por base, respectivamente.

Palavras-chave : Musa sp.; nutrição; solo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons