SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3An ethanol-based process to simultaneously extract and fractionate carotenoids from Mauritia flexuosa L. PulpInduction of multibrotacion in vitro in videira cv. Bordô author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Fruticultura

Print version ISSN 0100-2945

Abstract

FERREIRA, Daniela Souza; ROSSO, Veridiana Vera de  and  MERCADANTE, Adriana Zerlotti. Compostos bioativos presentes em amora-preta (Rubus spp.). Rev. Bras. Frutic. [online]. 2010, vol.32, n.3, pp. 664-674.  Epub Oct 08, 2010. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452010005000110.

A amora-preta (Rubus spp.), pequena fruta de clima temperado, possui coloração atraente, variando do vermelho púrpura ao azul, devido ao elevado teor de antocianinas. As antocianinas, juntamente com os carotenoides, compõem os pigmentos naturais, majoritários encontrados em diversas frutas. Diversos estudos têm relatado a importância destes pigmentos naturais como protetores e/ou inibidores de doenças degenerativas, porém são escassos os estudos sobre compostos bioativos presentes em amora-preta cultivada no Brasil. Os objetivos do presente estudo foram identificar as antocianinas e os carotenoides presentes em amora-preta, determinar os conteúdos totais de compostos fenólicos, carotenoides, flavonoides, antocianinas totais, monoméricas, poliméricas e copigmentadas, e a capacidade antioxidante frente aos radicais livres ABTS e DPPH. O teor total de carotenoides foi baixo (86,5 ± 0,2 µg/100 g), com all-trans-β-caroteno (39,6 %) e all-trans-luteína (28,2 %) como os majoritários. As amoras-pretas apresentaram elevado potencial antioxidante principalmente pelo teor representativo de antocianinas monoméricas (104,1 ± 1,8 mg/100 g de fruto), presença de antocianinas poliméricas (22,9 ± 0,4 %), baixa porcentagem de antocianinas copigmentadas (1,6 ± 0,1 %) e altos teores de compostos fenólicos (241,7 ± 0,8 mg equivalente de ácido gálico/100 g) e de flavonoides totais (173,7 ± 0,7 mg equivalente de catequina/100 g). Cianidina 3-glucosídeo foi a antocianina majoritária (92,9 %). Diante destes resultados, a amora-preta pode ser considerada uma fonte natural rica em antioxidantes e pigmentos.

Keywords : pigmentos; antocianinas; compostos fenólicos; carotenoides; atividade antioxidante.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese