SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3'Valencia' sweet orange nursery trees on two rootstocks under different fertilizer managementsControlled-release fertilizer in papaya seedlings production author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Fruticultura

Print version ISSN 0100-2945

Abstract

LEMOS, Eurico Eduardo Pinto de et al. Produção de porta-enxertos em tubetes e enxertia precoce da pinheira (Annona squamosa L.). Rev. Bras. Frutic. [online]. 2010, vol.32, n.3, pp. 865-873.  Epub Sep 24, 2010. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452010005000095.

O objetivo deste trabalho foi estabelecer um protocolo para a enxertia precoce de pinheira em porta-enxertos produzidos em tubetes como substituto do tradicional sistema de enxertia que utiliza porta-enxertos de 12 meses produzidos em sacolas plásticas. O trabalho foi conduzido com três métodos de enxertia (borbulhia em escudo, garfagem de topo em fenda cheia e garfagem lateral em fenda cheia) e quatro idades dos porta-enxertos (3; 5; 7 e 9 meses). Os porta-enxertos foram avaliados durante nove meses com relação às variáveis: comprimento da planta, diâmetro do caule, número de folhas e área foliar. Cada procedimento de enxertia foi avaliado por 30 dias através da percentagem de pegamento. Os porta-enxertos produzidos nos tubetes maiores apresentaram-se mais desenvolvidos para todas as variáveis, todavia a percentagem de pegamento dos enxertos foi mais influenciada pelo método de enxertia do que pelo tamanho de tubete. A garfagem de topo em fenda cheia mostrou-se como o melhor método para a enxertia precoce, pois já aos três meses de idade dos porta-enxertos apresentou taxa de pegamento de 96,69%. O método de garfagem lateral em fenda cheia apresentou taxas semelhantes a partir dos cinco meses de idade dos porta-enxertos. O método de borbulhia apresentou baixo pegamento inicial (<50%), mas a cada nova data de enxertia o pegamento foi aumentando e atingiu valores superiores a 80% aos sete meses de idade.

Keywords : ata; pinha; fruta-do-conde; propagação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese