SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número2Atividade antitríptica de proteínas em polpas e sementes de frutas tropicaisEstabilidade de molho de pequi (Caryocar coriaceum Wittm) armazenado à temperatura ambiente índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945

Resumo

DAIUTO, Érica Regina et al. Composição química e atividade antioxidante da polpa e resíduos de abacate 'Hass'. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2014, vol.36, n.2, pp.417-424. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-2945-102/13.

O abacate é um fruto muito nutritivo, sendo a polpa a principal parte utilizada para consumo in natura, na forma de sobremesa, saladas, molhos e cosméticos, além de ser utilizada para extração de óleo. Os resíduos, casca e semente, ainda são pouco explorados cientificamente quanto ao seu potencial nutritivo e funcional. Neste trabalho, amostras liofilizadas da casca, polpa e semente de abacate 'Hass'foram submetidas a análises de composição centesimal, minerais, teor de compostos fenólicos totais e capacidade antioxidante. A polpa apresentou elevado teor de lipídios em relação à casca e à semente do abacate. Os elementos minerais foram superiores na casca dos abacates. A casca e a semente possuem maior teor de compostos fenólicos e atividade antioxidante em relação à polpa de abacate.

Palavras-chave : Persea americana Mill; minerais; casca; semente; propriedade funcional.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons