SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número especial 1Atividade antioxidante e antimicrobiana de extratos de atemoia (Annona cherimola Mill. x A. squamosa L.)Açúcares solúveis e germinação de sementes de Annona emarginata (Schltdl.) H. Rainer submetidas à imersão em GA3 até diferentes teores de água índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945

Resumo

SOARES, Joyce Dória Rodrigues et al. Caracterização anatômica e citométrica em biribazeiro (Rollinia mucosa [Jacq.]). Rev. Bras. Frutic. [online]. 2014, vol.36, n.spe1, pp.272-280. ISSN 0100-2945.  https://doi.org/10.1590/S0100-29452014000500032.

O biribazeiro (Rollinia mucosa [Jacq.]) é uma frutífera nativa da América Central e América do Sul que se destaca das demais espécies do gênero por apresentar frutos grandes e comestíveis. Tendo em vista que pouco se conhece a respeito da anatomia da planta, tipo de reserva da semente, como também sobre o conteúdo de DNA de espécies da família anonáceas, este trabalho teve por objetivos caracterizar histoquimicamente as sementes e anatomicamente as plântulas, e determinar o conteúdo de DNA de biribazeiro. As plântulas foram obtidas de sementes coletadas na região Amazônica pela Embrapa Roraima e enviadas à Universidade Federal de Lavras. Os frutos foram despolpados, e suas sementes foram previamente lavadas e semeadas em bandejas de 48 células, contendo como substrato pó de serragem, permanecendo em câmara de germinação a 30ºC por 90 dias. Nas plantas obtidas, procedeu-se à análise histoquímica, à caracterização anatômica e à determinação do conteúdo de DNA. As principais conclusões deste trabalho foram que: (1) as sementes da Rollinia mucosa apresentam reserva principal lipídica; (2) as secções transversais da lâmina foliar indicam organização dorsiventral, do tipo hipoestomática com estômatos paracíticos e tricomas em ambas as faces da folha; (3) as folhas de biribazeiro apresentam, em média, 4,77 pg de DNA.

Palavras-chave : Anonaceae; anatomia; histoquímica; citometria fluxo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons