SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número2DIVERSIDADE QUÍMICA E FENOTÍPICA DAS AMEIXAS MEXICANAS (Spondias purpurea L.) DOS ESTADOS DE GUERRERO E MORELOS, MÉXICODETERMINAÇÃO DA COLORAÇÃO DE MAMÃO ‘SUNRISE SOLO’ COM O USO DE SCANNER DE MESA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

CASTRICINI, ARIANE; DIAS, MARIO SÉRGIO CARVALHO; RODRIGUES, MARIA GERALDA VILELA  e  OLIVEIRA, POLYANNA MARA DE. QUALIDADE DE BANANA ORGÂNICA PRODUZIDA NO SEMIÁRIDO DE MINAS GERAIS. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.2, e-813.  Epub 05-Jun-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017813.

A região norte de Minas Gerais, semiárida, é importante produtora de banana ‘Prata-Anã’ irrigada, cultura altamente suscetível ao mal-do-panamá. O cultivo orgânico de variedades resistentes pode ser uma alternativa fitossanitária, além de agregar valor aos frutos. Objetivou-se caracterizar, em póscolheita, variedades de banana produzidas em sistema orgânico, com base em avaliações químicas e físicas. As variedades Prata-Anã, BRS Platina, Fhia-18, BRS Conquista e BRS Tropical foram caracterizadas no ponto de colheita (verdes) e maduras (estádio seis de maturação), por avaliações químicas e físicas. No ponto de colheita, bananas ‘BRS Conquista’ e ‘BRS Tropical’ tiveram a cor da casca verde mais intensa. A ‘BRS Conquista’ apresentou menor massa fresca, menor comprimento e diâmetro do fruto em relação às demais variedades. A ‘BRS Platina’ produziu frutos com maior massa fresca, comprimento e diâmetro. Bananas ‘Prata-Anã’, ‘BRS Platina’, ‘Fhia-18’, ‘BRS Conquista’, e ‘BRS Tropical’, maduras, não apresentaram diferença no teor de sólidos solúveis, pH, acidez titulável e ratio; a ‘BRS Platina’ obteve a casca com tonalidade amarela mais intensa e menor relação polpa/casca. Maior resistência ao despencamento ocorreu em ‘BRS Conquista’, e a ‘BRS Tropical’ foi menos resistente. A banana ‘Prata-Anã’ apresentou maior firmeza. As variedades diferiram mais pelas características físicas (cor da casca, tamanho, resistência ao despencamento, firmeza e relação polpa/casca) em relação às químicas.

Palavras-chave : Musa spp.; variedades; pós-colheita.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )