SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número2QUALIDADE DE LIMA ÁCIDA ‘TAHITI’ ADUBADA COM NITROGÊNIO E POTÁSSIO NO SEMIÁRIDO DE MINAS GERAISEFEITOS DA APLICAÇÃO DE SILICATO DE POTÁSSIO EM PLANTAS DE MAMOEIRO SOBRE A POPULAÇÃO DO ÁCARO-RAJADO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

STANGER, MAYARA CRISTIANA et al. MANUTENÇÃO DA QUALIDADE DE AMEIXAS ‘LAETITIA’ ARMAZENADAS EM ATMOSFETA MODIFICADA ATIVA. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.2, e-714.  Epub 12-Jun-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017714.

Trabalhos recentes têm demonstrado que a atmosfera modificada (AM) passiva retarda o amadurecimento de ameixas ‘Laetitia’, mas causa maior ocorrência de escurecimento da polpa do que o armazenamento refrigerado (AR), possivelmente devido ao acúmulo de CO2 e/ou ao etileno no interior da embalagem. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da AM ativa, com absorção de CO2, combinada com baixo etileno (BE) sobre o amadurecimento e a manutenção da qualidade de ameixas ‘Laetitia’ durante o armazenamento a 0,5ºC±0,1ºC e UR de 96%±2%. Os tratamentos avaliados foram: AR (21 kPa de O2 + 0,03 kPa de CO2); AM + absorvedor de CO2; AM + absorvedor de CO2 e BE; AM com perfuração (duas perfurações de 0,5 mm de diâmetro) + absorvedor de CO2; AM com perfuração + absorvedor de CO2 e BE. Nos tratamentos com AM, foi utilizado o filme de polietileno de baixa densidade de 40 µm. As pressões parciais médias de O2 + CO2 (kPa) foram 2,8 + <0,1 e 1,2 + <0,1, em AM com perfuração e AM sem perfuração, respectivamente. A AM ativa, especialmente em embalagem não perfurada, com absorvedor de CO2 e BE (<0,04 µL L-1), retardou o amadurecimento dos frutos, mas não reduziu a incidência de escurecimento da polpa após 60 dias de armazenamento. Os frutos acondicionados em AM ativa, em embalagem com ou sem perfuração, com absorvedor de CO2 e BE, apresentaram menor intensidade de escurecimento da polpa do que em AR.

Palavras-chave : Prunus salicina; escurecimento de polpa; etileno; pós-colheita; amadurecimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )