SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número4A Annona emarginata É CAPAZ DE ACUMULAR METAIS PESADOS ESSENCIAIS SEM CAUSAR DANOS AO SEU METABOLISMO? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

SILVA, MARLON JOCIMAR RODRIGUES DA et al. INFLUÊNCIA DE PORTA-ENXERTOS NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS DO MOSTO E DOS VINHOS BORDÔ,ISABEL E IAC 138-22 MÁXIMO. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.4, e-505.  Epub 12-Set-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017505.

Tem sido demostrado que os porta-enxertos podem influenciar as características da uva, no entanto, há poucos dados na literatura sobre o efeito dos porta-enxertos nas características dos vinhos, especialmente quando elaborados com uvas Vitis labrusca ou híbridas. O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de porta-enxertos nas características físico-químicas dos mostos e vinhos Bordô, Isabel e IAC 138-22 Máximo. Foram utilizadas uvas ‘Bordô’, ‘Isabel’ e IAC 138-22 ‘Máximo’, enxertadas sobre os porta-enxertos ‘IAC 766’ e ‘106-8 Mgt’. Os mostos foram avaliados pelo pH, sólidos solúveis, acidez total e relação sólidos solúveis/acidez. Nos vinhos, avaliou-se: densidade, teor alcoólico, acidez total, volátil e fixa; pH, extrato seco, açúcares redutores, extrato seco reduzido, álcool em peso/extrato seco reduzido; dióxido de enxofre livre e total; antocianinas, índice de polifenóis (I 280); polifenóis e flavonoides totais e atividade antioxidante. Os mostos das uvas ‘Bordô’, ‘Isabel’ e IAC 138-22 ‘Máximo’ apresentaram baixos teores de sólidos solúveis para vinificação. O porta-enxerto ‘106-8 Mgt’ promoveu maior teor de extrato seco e extrato seco reduzido no vinho Bordô, e menor acidez total e fixa no vinho IAC 138-22 Máximo. No vinho Isabel, maior pH foi promovido pelo porta-enxerto ‘IAC 766’. Com exceção da baixa acidez total do vinho Bordô, todas as características físico-químicas dos vinhos estudados estão de acordo com a legislação brasileira. Não houve efeito dos porta-enxertos nos teores de compostos fenólicos e na atividade antioxidante dos vinhos.

Palavras-chave : Vitis sp.; vinhos de mesa; análises clássicas; compostos fenólicos; atividade antioxidante.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )