SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número4MURCHA-DE-CERATOCYSTIS NAS MANGUEIRAS ‘UBÁ’ E ‘DURA’ SUBMETIDAS A DÉFICIT HÍDRICOMOSCAS FRUGÍVORAS E SEUS PARASITOIDES NO POLO DE FRUTICULTURA DE LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA, BAHIA,COM REGISTRO DE INTERAÇÕES INÉDITAS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

FAGANELLO, FERNANDA DE SILLOS et al. DETECÇÃO MOLECULAR DE Guignardia citricarpa EM TECIDOS ASSINTOMÁTICOS DE LARANJA-PERA. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.4, e-518.  Epub 09-Out-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017518.

A pinta preta ou mancha preta dos citros, causada pelo fungo Guignardia citricarpa, é considerada uma doença quarentenária, que impõe restrições ao transporte de frutas frescas para países da União Europeia. A ocorrência de infecções latentes e o tempo para o diagnóstico por métodos convencionais levam à necessidade de validar protocolos moleculares rápidos, eficientes e reprodutíveis para detecção do patógeno em tecidos assintomáticos. Assim, este trabalho visou detectar G. citricarpa em tecidos de frutos sintomáticos e em folhas assintomáticas de laranja Pêra por PCR convencional e por PCR em tempo real. A especificidade e o limite de detecção foram avaliados em amostras de tecidos de lesões em frutos e em folhas assintomáticas. Em folhas assintomáticas a presença do fungo foi detectada em baixas concentrações, nessas condições, a PCR em tempo real demonstrou ser viável, reprodutível e altamente sensível para a detecção do patógeno.

Palavras-chave : Citricultura; diagnose molecular; Phyllosticta citricarpa.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )