SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número4SELEÇÃO DE GENÓTIPOS DE PESSEGUEIRO QUANTO À CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICAAVANÇOS NA PROPAGAÇÃO DA GOIABEIRA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

MAYER, NEWTON ALEX; BIANCHI, VALMOR JOÃO; FELDBERG, NELSON PIRES  e  MORINI, STEFANO. AVANÇOS NA PROPAGAÇÃO DO PESSEGUEIRO, NECTARINEIRA E AMEIXEIRA. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.4, e-355.  Epub 04-Dez-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017355.

Mudas de frutíferas de caroço (Prunus spp.) são tradicionalmente produzidas pela união de dois genótipos distintos - o porta-enxerto e a cultivar copa - que, por meio da enxertia, formam uma planta composta. No Brasil, os porta-enxertos são predominantemente obtidos de sementes, normalmente resultando em plantas com heterogeneidade de suas características. Com os avanços nos programas de melhoramento genético de porta-enxertos, lançamentos de cultivares e programas de certificação de mudas em diversos países (notadamente na Europa), o sistema vêm gradativamente evoluindo para a propagação vegetativa (estaquia e cultura de tecidos), uso de sementes de genótipos selecionados com características específicas e produção de mudas em embalagens. Para a propagação das cultivares copa, a enxertia (com suas diversas variações) têm sido predominantemente adotada nos principais países produtores. O objetivo desta revisão bibliográfica é abordar os principais métodos de propagação adotados para porta-enxertos e para copas em pessegueiro, nectarineira e ameixeira, e os avanços técnicos obtidos, bem como as necessidades de melhorias para a produção de mudas de qualidade.

Palavras-chave : Prunus spp.; semente; estaquia; enxertia; alporquia; cultura de tecidos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )