SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número5TÉCNICA DE AMOSTRAGEM CONVENCIONAL PARA TRIPES EM VIDEIRALARANJEIRA ‘JAFFA’ SOBRE CINCO PORTA-ENXERTOS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

CAMPOS, KELLY APARECIDA FERNANDES DE; AZEVEDO, FERNANDO ALVES DE; BASTIANEL, MARINÊS  e  CRISTOFANI-YALY, MARIÂNGELA. RESISTÊNCIA DE NOVOS HÍBRIDOS DE CITROS À MANCHA MARROM DE ALTERNARIA. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.5, e-613.  Epub 18-Dez-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017613.

A mancha marrom de alternaria (MMA) é uma doença causada pelo fungo Alternaria alternata f. sp. citri, que causa lesões em frutos, folhas e ramos de citros. A ação do patógeno está diretamente relacionada à presença de receptores de toxina em genótipos suscetíveis. O objetivo deste estudo foi caracterizar uma população de híbridos de citros obtidos a partir de cruzamentos controlados entre a laranja Pêra de Abril e o híbrido de tangor Murcott x laranja Pêra (TM x LP 163) para resposta à MMA através da inoculação in vitro de esporos do fungo em folhas jovens destacadas. Um isolado do fungo foi obtido das lesões de frutos de tangor Murcott que exibiram sintomas de MMA. Duzentos e trinta e cinco híbridos foram avaliados, sendo que 70 (30%) apresentaram níveis diferentes de sintomas de doença em folhas destacadas após 72 horas da inoculação com o fungo e 165 (70%) foram assintomáticos. A frequência de segregação observada (165R:70S) e alta herdabilidade (h2g = 0,91) sugerem que poucos genes podem estar envolvidos no controle da herança da resistência à MMA em citros.

Palavras-chave : Alternaria alternata; melhoramento genético; tangor Murcott; Pêra de Abril; laranja.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )