SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número5A CYCLE OF ORGANIC FERTILIZATION OF CASHEW TREES IMPROVES THE YIELD AND QUALITY OF THE PRODUCTSCRESCIMENTO DE MICROBROTOS DE BANANEIRA ‘PRATA-ANÃ’ CLONE GORUTUBA A PARTIR DE SEMENTES SINTÉTICAS:SUBSTRATOS E CONCENTRAÇÃO DE BAP índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

COSTA, ROSIANI CASTOLDI DA et al. DURAÇÃO DA FASE VEGETATIVA DO MORANGUEIRO É DETERMINADA PELO ANO DE CULTIVO. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.5, e-831.  Epub 18-Dez-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017831.

Ao longo dos anos, o cultivo do morangueiro tem apresentado alterações em sua fenologia, envolvendo, principalmente, o início de floração e frutificação. O objetivo do trabalho foi verificar se os anos de cultivo interferem na duração das fases vegetativa e reprodutiva do morangueiro, em ambiente protegido. Foi observado entre os anos de 2007 a 2014, o desenvolvimento da cultivar de morangueiro Camarosa. O ambiente no qual se estabeleceram os cultivos foi uma estufa agrícola no Setor de Horticultura da Universidade de Passo Fundo, RS. Registraram-se dados como data de transplante, início e final de colheita dos frutos; dados de temperaturas (máximas, médias e mínimas) registradas no ambiente de cultivo. Esses dados foram utilizados para cálculo da soma térmica (diária, acumulada). A análise de dados foi realizada de forma descritiva, relacionando os dados de temperatura com os estádios fenológicos em cada ano. A soma térmica acumulada necessária para iniciar a colheita foi variável nos anos, ficando entre 383 e 438 graus dias-1 para plantas com intervalo entre transplante e colheita de 73 dias (anos de 2008 e 2009) a 816 graus dias-1, em intervalo de 111 dias (em 2014). No primeiro caso, acumulou-se 5,2 ºC/dia, em 2008 e 6 ºC/dia, em 2009. No segundo, foi de 7,3 ºC/dia, em 2014. Mudas transplantadas na primeira quinzena de maio iniciaram a frutificação no início de agosto e setembro. Mudas transplantadas em julho de 2011 e 2012 iniciaram em período semelhante, primeira e segunda quinzena de setembro. Constatou-se que, em função das temperaturas registradas nos diferentes anos de cultivo e épocas de transplante, há alteração principalmente na fase vegetativa do morangueiro.

Palavras-chave : Fragaria x ananassa Duch; fenologia; soma térmica umulada.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )