SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número especialTRATAMENTOS PRÉ-GERMINATIVOS EM SEMENTES DE ROMÃ (Punica granatum L.): EFEITO SOBRE A QUALIDADE FISIOLÓGICAEMBALAGEM A VÁCUO É EFICIENTE PARA REMOVER A ADSTRINGÊNCIA E MANTER A FIRMEZA DE CAQUI ‘GIOMBO’ índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

VECCELLI, JULIANA CRISTINA  e  SIQUEIRA, DALMO LOPES DE. DISCRIMINAÇÃO ISOTÓPICA DE CARBONO EM FOLHAS DE MANGUEIRAS SUBMETIDAS A ESTRESSE SALINO. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2017, vol.39, n.spe, e-826.  Epub 02-Mar-2017. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452017826.

Com o objetivo de estudar a resposta de plantas de mangueira (Mangifera indica L.) ‘Tommy Atkins’ a diferentes concentrações de NaCl, um experimento foi conduzido, sendo as plantas cultivadas em vasos com areia lavada e solução nutritiva, com 0; 10; 20 e 30 mM de NaCl por 120 dias. Após esse período, folhas jovens, do último surto de crescimento, foram colhidas num delineamento em blocos casualisados, secas em estufa a 65 °C, por 72 h, e moídas em moinho de bola. As amostras foram então novamente submetidas à secagem em estufa a 60 °C, por 24 h, e após foi então determinada a abundância relativa dos isótopos 13C e 12C, utilizando-se de espectrômetro de massa de razão isotópica modelo Sercon 20-20. Com esses dados, determinou-se a discriminação isotópica do carbono (?). Concluiu-se que mangueiras ‘Tommy Atkins’ submetidas a 30 mmol L-1 de NaCl discriminaram menos o 13C.

Palavras-chave : Mangifera indica; salinidade; isótopos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )