SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número1FONTES DE RESISTÊNCIA A Fusarium oxysporum f. sp.IN BANANA GERMOSPLASMAMORTALIDADE DE LAGARTA-ENROLADEIRA-DA-MAÇÃ EXPOSTAS A DIFERENTES SUBESPÉCIES DE Bacillus thuringiensis EM DIETA ARTIFICIAL, EM TRÊS PERÍODOS DE AVALIAÇÃO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

AMBROSIO, Moisés et al. ANÁLISE HISTOLÓGICA E DESEMPENHO DE POPULAÇÕES DE MARACUJAZEIRO-AZEDO SOB DIFERENTES PORTA-ENXERTOS RESISTENTES AO Fusarium spp. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2018, vol.40, n.1, e-274.  Epub 08-Fev-2018. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452018274.

O objetivo do presente trabalho foi descrever as características histológicas do processo de soldadura da enxertia e avaliar a influencia dos porta enxertos sobre as características físicas e químicas do fruto e na produtividade de populações de maracujazeiro azedo. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, num esquema fatorial 4x2+4 (cultivares/copas x porta enxertos), com três repetições e nove plantas por parcela. Foram utilizadas como copa cultivares comerciais e populações e os porta enxertos Passiflora alata e P. nitida, além do pé-franco. O tipo de enxertia foi o convencional por garfagem no topo em fenda cheia. As características analisadas como produtividade e qualidade físico química dos frutos foram submetidas à análise de variância e comparadas pelo teste de Tukey. E a morfologia da copa foi avaliada de acordo com descritores do MAPA. Foi realizada a técnica de enxertia de cada combinação enxerto/porta enxerto para a analise histológica, onde as secções foram obtidas à cortes a mão livre, coradas e montadas em lâminas semipermanente e analisadas sob microscópio óptico e fotomicrografadas. Os portas enxertos influenciaram no período inicial de cultivo reduzindo a produtividade e o número de frutos das populações de maracujazeiro, e a enxertia não influenciou na qualidade dos frutos e na morfologia da copa. Considerando o ciclo completo da cultura, a espécie P. alata possui condições de ser utilizada como porta enxerto. O estudo anatômico demonstra a ocorrência de uma melhor compatibilidade na união dos tecidos de P. edulissobre P. alata quando comparados a enxertia sobre P. nitida.

Palavras-chave : Enxertia; tecidos vegetais; produtividade; Passiflora edulis.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )