SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número2Microencapsulação de óleo da polpa de pequi por coacervação complexaAspectos histológicos da minienxertia de Passiflora edulis sims. e Passiflora mucronata lam. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

SILVA, Aline Priscilla Gomes da; TOKAIRIN, Tatiane de Oliveira; ALENCAR, Severino Matias de  e  JACOMINO, Angelo Pedro. Características dos frutos de duas populações de uvaias cultivadas no município de Salesópolis-SP. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2018, vol.40, n.2, e-511.  Epub 14-Maio-2018. ISSN 0100-2945.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-29452018511.

A uvaia (Eugenia pyriformis Cambess) é um fruto nativo da Mata Atlântica que apresenta características de aroma e sabor bastante peculiares. Embora seja apreciado por populações locais, o cultivo comercial é praticamente inexistente, assim como os trabalhos de pesquisa. Em vista disso, este trabalho teve como objetivo caracterizar frutos de duas populações de uvaia cultivadas em Salesópolis, SP, com relação aos aspectos físicos, químicos e funcionais, com vistas a determinar o potencial para consumo in natura e/ou para processamento. Os frutos de duas populações de uvaia (frutos grandes e frutos pequenos) foram colhidos manualmente, quando atingiram o completo amadurecimento. Foram avaliados quanto à coloração da casca, peso do fruto inteiro, diâmetros longitudinal e transversal, porcentagem de sementes, rendimento em polpa, firmeza da polpa, pH, teor de sólidos solúveis totais (SST), acidez titulável total (ATT), relação SST/ATT, açúcares solúveis totais, pectinas solúvel e total, carotenoides totais, flavonoides amarelos, compostos fenólicos totais, ácido ascórbico e capacidade antioxidante (DPPH e ORAC). Os teores de minerais totais (Fe, Mn, Cu, Zn, P, K, Ca e Mg) também foram determinados. Quando comparadas as duas populações, pode-se observar que as uvaias apresentaram diferenças expressivas na firmeza, sendo que os frutos do tipo grande apresentaram características vantajosas para a comercialização in natura. No entanto, os frutos do tipo pequeno mostraram-se mais doces e mais ricos em compostos antioxidantes, o que valoriza seu consumo nas formas in natura e processada. Portanto, esta fruta nativa constitui uma importante fonte de nutrientes e de compostos bioativos, com destaque para o Fe.

Palavras-chave : Eugenia pyriformis C.; Caraterização química e mineral; Capacidade antioxidante; Compostos fenólicos; Qualidade pós-colheita.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )