SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número5Exportação de nutrientes em tangerinas produzidas em sistema orgânico no subtrópico brasileiroBananeira ‘Prata-Anã’ submetida a lâminas de irrigação, densidades de plantio e poda de pencas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Fruticultura

versão impressa ISSN 0100-2945versão On-line ISSN 1806-9967

Resumo

SILVA, Kátia Araújo da et al. Otimização da amostragem de solo usando análise espacial em área de mangueira irrigada nas condições semiáridas brasileiras. Rev. Bras. Frutic. [online]. 2020, vol.42, n.5, e-173.  Epub 11-Set-2020. ISSN 1806-9967.  https://doi.org/10.1590/0100-29452020173.

A amostragem do solo é um procedimento fundamental na tomada de decisão sobre o manejo do solo; portanto, um plano de amostragem deve representar o mais acuradamente possível o campo de cultivo avaliado. Os objetivos do estudo foram avaliar uma abordagem de amostragem de solo e a alocação de pontos amostrais usando análise espacial e comparar com o método da estatística clássica em pomares de manga irrigada na região do semiárido brasileiro. O experimento foi realizado em três pomares comerciais de manga, no Vale do São Francisco, Brasil. As amostras de solo foram coletadas nas camadas de 0-0,2 e 0,2-0,4 m, seguindo grades regulares, onde o número de amostras variou de 50 a 56. A textura do solo, de densidade, porosidade total, microporosidade, macroporosidade, bem como seu pH, Ca, Mg, Na, K, Al, P, acidez potencial e a soma de bases foram avaliados. Estatística clássica e geoestatística foram usadas para determinar o número ideal de amostras de solo. A técnica de agrupamento fuzzy c-means foi usada para separar as áreas em zonas homogêneas e alocar os pontos de amostragem. O método de coleta de 20 amostras simples de solo mostrou-se ineficiente. Por outro lado, o uso da geoestatística provou ser eficiente e é necessário para cada campo de cultivo. O agrupamento fuzzy c-means foi adequado para separar as áreas em zonas homogêneas e, assim, auxiliar na alocação dos pontos amostrais.

Palavras-chave : Geoestatística; Mangifera indica L; Semivariograma; Dependência espacial.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )