SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue4Computed tomography contribution to the staging of supraglottic squamous cell carcinomaInternet-conducted distance education: "Sentinel lymph node, prevention, early diagnosis and biopsy - a new technique for approaching breast cancer" author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Radiologia Brasileira

Print version ISSN 0100-3984

Abstract

CASTRO, Pedro Teixeira et al. Dilatação fluxo-mediada da artéria braquial em mulheres com artrite reumatóide. Radiol Bras [online]. 2007, vol.40, n.4, pp. 247-250. ISSN 0100-3984.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842007000400009.

OBJETIVO: Avaliar a função endotelial em pacientes com artrite reumatóide, pela dilatação fluxo-mediada da artéria braquial. MATERIAIS E MÉTODOS: Sessenta e oito pacientes, sendo 32 com artrite reumatóide e 36 do grupo controle, foram avaliadas pela dilatação fluxo-mediada da artéria braquial (método ultra-sonográfico, no modo B, de avaliação de risco cardiovascular). Em um segundo tempo, foi avaliada a correlação entre a dilatação fluxo-mediada da artéria braquial, a proteína C reativa e o tempo de doença em pacientes com artrite reumatóide. RESULTADOS: A dilatação fluxo-mediada da artéria braquial na artrite reumatóide foi igual a 5,6 ± 9,69% e no grupo controle foi igual a 23,24 ± 5,65%, diferença estatisticamente significante (p < 0,00001). A proteína C-reativa teve resultado de 4,8 ± 9,1 mg/l. A correlação entre a idade, a dilatação fluxo-mediada da artéria braquial e a proteína C reativa nas pacientes com artrite reumatóide não mostrou resultado estatisticamente significante. CONCLUSÃO: Mulheres com artrite reumatóide apresentam importante disfunção endotelial quando comparadas com mulheres normais.

Keywords : Artrite reumatóide; Disfunção endotelial; Dilatação fluxo-mediada da artéria braquial.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese