SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue3Mammographic density in asymptomatic menopausal women: correlation with clinical and sonographic findingsCommon findings and pseudolesions at computed tomography colonography: pictorial essay author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Radiologia Brasileira

Print version ISSN 0100-3984

Abstract

NOGUEIRA-BARBOSA, Marcello Henrique; SAVARESE, Leonor Garbin; HERRERO, Carlos Fernando Pereira da Silva  and  DEFINO, Helton Luiz Aparecido. Raízes nervosas redundantes da cauda equina: revisão da literatura. Radiol Bras [online]. 2012, vol.45, n.3, pp. 155-159. ISSN 0100-3984.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842012000300007.

A redundância das raízes nervosas da cauda equina é caracterizada, no diagnóstico por imagem, pela presença de raízes nervosas alongadas, espessadas e tortuosas junto a uma área de estenose do canal vertebral lombar. Não é uma entidade independente, mas acredita-se que ocorra como o resultado da compressão crônica ao nível da estenose do canal lombar e que, portanto, pode fazer parte da evolução natural da estenose. O objetivo deste trabalho é revisar a histopatologia, a eletrofisiologia, as características de imagem, especialmente na ressonância magnética, e o significado clínico desta entidade. Como a avaliação atual da estenose de canal e das compressões radiculares é realizada preferencialmente por meio da ressonância magnética, é nesse método de imagem que a redundância das raízes nervosas da cauda equina será identificada. O reconhecimento desta entidade nos exames de ressonância magnética é importante, principalmente para evitar equívocos que poderiam levar ao diagnóstico de outras afecções, particularmente de malformações arteriovenosas intradurais. A literatura é controversa a respeito da importância clínica da presença de redundância das raízes nervosas da cauda equina. Há artigos que sugerem que as alterações patológicas da raiz nervosa são irreversíveis no momento do diagnóstico e que os sintomas neurológicos não são mais suscetíveis de melhora com a descompressão cirúrgica, porém este conceito não é um consenso.

Keywords : Cauda equina; Estenose espinhal; Coluna vertebral; Ressonância magnética.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English