SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número5Há alguma influência da amamentação sobre o fluxo sanguíneo cerebral? Estudo de 256 recém-nascidos normaisFadiga óssea: causa de dor em joelhos na osteoartrite índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Radiologia Brasileira

versão impressa ISSN 0100-3984

Resumo

TRINDADE, Bruno Machado et al. Dosimetria comparativa de braquiterapia de próstata com sementes de I-125 e Pd-103 via SISCODES/MCNP. Radiol Bras [online]. 2012, vol.45, n.5, pp. 267-272. ISSN 0100-3984.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842012000500007.

OBJETIVO: O presente artigo visa apresentar um estudo dosimétrico comparativo de braquiterapia de próstata com sementes de I-125 e Pd-103. MATERIAIS E MÉTODOS: Um protocolo adotado para ambos os implantes com 148 sementes foi simulado em um fantoma tridimensional heterogêneo de pelve por meio dos códigos SISCODES/MCNP5. Histogramas dose-volume na próstata, bexiga e reto, índices de doses D10, D30, D90, D0,5cc, D2cc e D7cc, e representações de distribuição espacial de dose foram avaliados. RESULTADOS: A atividade inicial de cada semente de I-125, para que D90 seja equivalente à dose de prescrição, foi calculada em 0,42 mCi, e de Pd-103, em 0,94 mCi. A dose máxima na uretra foi 90% e 108% da dose de prescrição para I-125 e Pd-103, respectivamente. A D2cc para I-125 foi 30 Gy no reto e 127 Gy na bexiga, e para Pd-103 foi 29 Gy no reto e 189 Gy na bexiga. A D10 no osso do púbis foi 144 Gy para I-125 e 66 Gy para Pd-103. CONCLUSÃO: Os resultados indicam que os implantes de Pd-103 e I-125 puderam depositar a dose prescrita no volume alvo. Entre os achados, observou-se excessiva exposição de radiação nos ossos da pelve, principalmente no protocolo com I-125.

Palavras-chave : Radioterapia; Dosimetria; Câncer de próstata; Braquiterapia; SISCODES; MCNP.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês