SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue5Preliminary study of the technical limitations of automated breast ultrasound: from procedure to diagnosisAn initial investigation of serum cytokine levels in patients with gadolinium retention author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Radiologia Brasileira

On-line version ISSN 1678-7099

Abstract

DAHER, Renato Tavares et al. Ressonância magnética da coluna vertebral em uma população pediátrica: achados incidentais. Radiol Bras [online]. 2020, vol.53, n.5, pp.301-305.  Epub Oct 02, 2020. ISSN 1678-7099.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-3984.2018.0099.

Objetivo:

Determinar a prevalência de achados incidentais em exames de ressonância magnética (RM) da coluna cervical, torácica e lombar em uma população pediátrica.

Materiais e Métodos:

Foram avaliados 190 exames de RM da coluna vertebral de pacientes com até 18 anos de idade. Foram incluídos pacientes submetidos a RM de algum segmento da coluna vertebral (cervical, torácica e lombar) com exame completo para análise (inclusive sagital T2 da coluna total) e prontuário médico devidamente preenchido. Foram considerados achados incidentais todas as alterações de imagem que não apresentavam qualquer relação com a indicação do exame ou sintoma do paciente.

Resultados:

Dos 190 exames de RM avaliados, 110 eram de pacientes do sexo feminino e 80 de pacientes do sexo masculino. A idade média da população em estudo era de 12,46 ± 3,68 anos. As principais indicações clínicas para realização do exame de RM na amostra estudada foram lombalgia, escoliose, dorsalgia e cervicalgia. Os achados incidentais encontrados na coluna cervical, torácica e lombar foram 40 (21,05%), 26 (13,83%) e 43 (22,63%), respectivamente. Os achados incidentais mais frequentes no segmento cervical foram inversão/retificação da curvatura cervical fisiológica, no segmento torácico foram hérnia discal intrassomática (nódulo de Schmorl), seguida de desidratação discal, e no segmento lombar foram encontrados 12 exames com protrusão discal, 5 com hérnia discal intrassomática (nódulo de Schmorl) e 4 com espondilólise.

Conclusão:

A frequência de achados incidentais nos exames de RM da coluna vertebral na população pediátrica é menor do que na população adulta, sendo necessária avaliação clínica cuidadosa dos pacientes com queixa de dor axial e irradiada, para se estabelecer a estreita relação dos sintomas com os achados de imagem.

Keywords : Coluna vertebral; Ressonância magnética; Criança; Diagnóstico.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )