SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1Elaboração e validação de escala diagramática para avaliação da severidade da mancha preta em frutos cítricosDetecção de begomovírus de tomateiro em plantas e moscas-brancas por "print-capture" PCR índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Fitopatologia Brasileira

versão impressa ISSN 0100-4158versão On-line ISSN 1678-4677

Resumo

BOGO, Amauri; MANTLE, Peter G  e  HARTHMANN, Oscar E. L. Avaliação de genótipos de sorgo sacarino quanto à capacidade de inibir a esporulação secundária e avaliação da concentração de oligossacarídeos na secreção açucarada de Claviceps africana. Fitopatol. bras. [online]. 2004, vol.29, n.1, pp.86-90. ISSN 0100-4158.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582004000100013.

Alguns genótipos de sorgo (Sorghum bicolor) sacarino inibem a esporulação secundária sobre a exudação de Claviceps africana. Estes genótipos fornecem ao parasita uma quantidade excessiva de sacarose, via floema, o qual é transformada em fructosil-manitol e difructosil-manitol que apresentam a propriedade de inibir a esporulação secundária do fungo. Dos 50 genótipos de sorgo sacarino avaliados, cinco (BRA-035726-SUGAR DRIP, BRA-035696-THEIS, BRA-036013-MN-4578, BRA-035947-MN-4418 e CMSXS-633) não apresentaram esporulação secundária sobre a secreção exudada dos floretes infectados. A quantidade de oligossacarídeos nestes cinco genótipos se apresentava em alta concentração (%w/v) quando comparado com o híbrido macho-estéril de sorgo granífero. Portanto, uma estratégia de restringir a disseminação do patógeno, pela inibição da esporulação secundária, seria a incorporação da característica doce destes genótipos de sorgo sacarino nas linhas A de híbridos produtores de sementes.

Palavras-chave : Sorghum bicolor; germplasm bank; sugars.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons