SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue5Optimal environmental conditions for induction of germination and infection of Puccinia substriata var. penicillariae in different pearl millet cultivarsDetection of Rhynchosporium secalis in barley seeds from Argentina through polymerase chain reaction technique author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Fitopatologia Brasileira

Print version ISSN 0100-4158

Abstract

MACHADO, Andréia Q. et al. Potencial do uso da restrição hídrica em testes de sanidade de sementes de algodoeiro. Fitopatol. bras. [online]. 2007, vol.32, n.5, pp. 408-414. ISSN 0100-4158.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582007000500006.

Nos testes de sanidade, realizados por meio dos métodos de incubação em papel de filtro e em meio agarizado, a germinação rápida das sementes dificulta a identificação dos fungos e pode comprometer a validade desses métodos. Para impedir ou reduzir a germinação de sementes de espécies dicotiledôneas, o uso de 2,4-D (sal de sódio) tem sido a alternativa disponível havendo, no entanto, questionamentos sobre este composto por inúmeras razões, inclusive o aspecto toxicológico. Neste trabalho, o objetivo foi estudar a viabilidade do uso da restrição hídrica como recurso para reduzir a germinação das sementes em substituição ao 2,4-D. Foram utilizados os restritores hídricos manitol e Cloreto de sódio, nos potenciais -0,6, -0,8, -1,0 e -1,2 MPa, sendo avaliados seus efeitos sobre a germinação das sementes, comprimento de plântulas e crescimento micelial in vitro dos principais fungos associados a sementes de algodoeiro e seu desenvolvimento sobre as sementes no teste de incubação em papel de filtro. A restrição hídrica proporcionada pelos solutos e potenciais osmóticos testados foi capaz de reduzir a germinação e o comprimento das plântulas em níveis considerados satisfatórios para a análise sanitária de sementes de algodoeiro, além de não interferir na recuperação dos principais fungos sobre as sementes no teste de papel de filtro, revelando-se desta forma como uma alternativa eficaz em substituição ao uso do 2,4-D. O crescimento micelial dos fungos em meio agarizado foi reduzido nos potenciais osmóticos a partir de -0,6 MPa. A recuperação dos fungos fitopatogênicos através do teste de incubação em papel de filtro não foi afetada pelo método da restrição hídrica.

Keywords : patologia de sementes; fungos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese