SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue6Expression of Grapevine leafroll-associated virus 3 coat protein gene in Escherichia coli and production of polyclonal antibodiesReaction of cocoa genotypes to isolates of Ceratocystis cacaofunesta author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Fitopatologia Brasileira

On-line version ISSN 1678-4677

Abstract

PAULA JUNIOR, Trazilbo J. et al. É necessário embeber os grãos de arroz para o preparo de inóculo de Rhizoctonia solani AG-4?. Fitopatol. bras. [online]. 2007, vol.32, n.6, pp. 501-503. ISSN 1678-4677.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582007000600008.

Foi conduzido um estudo com o objetivo de avaliar os efeitos de quatro volumes de água (0, 30%, 60% e 90%, v/p) adicionados a grãos de arroz previamente embebidos em água por 24 horas antes de eles serem autoclavados e colonizados por Rhizoctonia solani sobre o desenvolvimento da podridão-radicular de feijão, cv. 'Dufrix'. Grãos de arroz colonizados e não colonizados foram misturados em vasos contendo substrato de solo e areia (2:1), com posterior semeadura de feijão. Baseados nos resultados de área abaixo da curva de emergência das plantas, altura das plantas, massa de plantas secas e severidade da doença, conclui-se que o inóculo é mais eficiente em causar doença quando não se adiciona água aos grãos de arroz antes de eles serem autoclavados.

Keywords : Phaseolus vulgaris; patógeno habitante do solo; metodologia; podridão-radicular.

        · abstract in English     · text in English     · English (pdf) English (epdf)