SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue123A santidade do contrato e das leis: considerações sobre a religião civil de RousseauThe Hegel's Vorlesungen über die Philosophie der Religion (1821-1831) sources and critical editions from Marheineke to Jaeschke author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Kriterion: Revista de Filosofia

Print version ISSN 0100-512X

Abstract

BECKER, Evaldo. Política e linguagem em Rousseau e Condillac. Kriterion [online]. 2011, vol.52, n.123, pp. 49-74. ISSN 0100-512X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-512X2011000100003.

Nosso objetivo no presente artigo é apresentar alguns elementos referentes ao debate acerca da origem e função da linguagem, ocorrido, principalmente, a partir do 4º e 5º decênios do século XVIII, entre Rousseau e Condillac. Pretendemos expor as principais similitudes e divergências que podem ser verificadas entres os escritos dos dois autores, prioritariamente no que concerne às relações estabelecidas por estes entre a linguagem e a política. Ressaltamos que o principal texto de Condillac a ser analisado é o Essai sur l'origines des connaissances humaines, obra publicada em 1746, e que Rousseau, na primeira parte do Discurs sur l'origine et les fondemens de l'inégalité parmi les hommes, admite ter sido a fonte de suas primeiras ideias acerca da questão da origem das línguas. Quanto aos escritos de Rousseau, ressaltamos que nossa análise centrar-se-à, sobretudo, no Discours sur l'inégalité e no Essai sur l'origine des langues.

Keywords : Rousseau; Condillac; política; linguagem.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese