SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue124Causas e leis nas ciências do homemRegularity and counterfactuality in Hume's treatment of causation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Kriterion: Revista de Filosofia

Print version ISSN 0100-512X

Abstract

CHIBENI, Silvio Seno. Hume e o "dogma do reducionismo". Kriterion [online]. 2011, vol.52, n.124, pp. 343-353. ISSN 0100-512X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-512X2011000200006.

Neste trabalho examina-se uma das principais acusações que Quine faz a Hume, quanto às características de seu empirismo: a de que Hume teria adotado o dogma do "reducionismo radical" e, ainda mais, em uma versão "naïve" e "intoleravelmente restritiva", na qual ele assume a forma de um "impossível empirismo termo-a-termo". Argumenta-se que a teoria humeana do conhecimento não parece justificar tal imputação. Indica-se também que não apenas Hume não adotou as teses empiristas problemáticas que Quine aponta, mas, ao contrário, parece mesmo ter antecipado algumas das posições hoje atribuídas a Quine, entre as quais o holismo e o naturalismo epistemológicos, em versões apropriadas ao contexto de sua filosofia.

Keywords : Hume; Quine; história do empirismo; reducionismo semântico-epistemológico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese