SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue134PROGRESSO E DEPRAVAÇÃO: A CULTURA COMO REMÉDIOA LÓGICA DA FICÇÃO NO "TRATADO" DE HUME author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Kriterion: Revista de Filosofia

Print version ISSN 0100-512XOn-line version ISSN 1981-5336

Abstract

SANTANA, Wellington José. IS LOVE A GIFT? A PHILOSOPHICAL INQUIRY ABOUT GIVENNESS. Kriterion [online]. 2016, vol.57, n.134, pp.441-454. ISSN 0100-512X.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-512x2016n13404wjs.

O problema do debate filosófico contemporâneo acerca do dom, trazido à tona sobretudo pelos filósofos franceses Jacques Derrida e Jean-Luc Marion, trouxe novas e vivas discussõets sobre o que é e qual a sua natureza. O presente artigo analisa se o amor pode ser considerado como um dom ou se segue o mesmo problema sublinhado por Derrida. Segundo o autor, todo dom tem uma contradição interna e não pode ser considerado como tal. O que é dom para as pessoas (alguém doa algo para alguém de modo livre), para Derrida é uma commodities, um círculo econômico. Em outras palavras, o dom é impossível. A análise que se faz neste artigo é se o amor segue este paradigma, portanto é impossível, ou se ele constrói um caminho próprio e segue sua própria lógica. É possível analisar o amor seguindo os passos da fenomenologia? Reduzindo o amor a fenômeno, então a análise se abre a novos horizontes.

Keywords : Contradição; Fenômeno; Dom; Liberdade.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )