SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue139ELEMENTOS DA TEORIA CRÍTICA DA DISSONÂNCIA DE THEODOR W. ADORNOCOMPOSIÇÕES ENFERMAS - DOENÇA, CRÍTICA E MÚSICA EM THOMAS MANN author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Kriterion: Revista de Filosofia

Print version ISSN 0100-512XOn-line version ISSN 1981-5336

Abstract

FERREIRA, Debora Pazetto. ARTHUR DANTO E O PROBLEMA DA INTERPRETAÇÃO DE OBRAS DE ARTE. Kriterion [online]. 2018, vol.59, n.139, pp.93-108. ISSN 0100-512X.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-512x2017n13905dpf.

A definição de arte desenvolvida por Arthur Danto pressupõe que algo é uma obra de arte por ser o correlato de uma interpretação, inscrita em uma rede de significações históricas, teóricas e sociais, que lhe atribui o estatuto de obra de arte. Trata-se de uma definição essencialista que, no entanto, não se funda em algo que é percebido no objeto, mas no objeto percebido como arte. Levando em consideração que o conceito de “interpretação” é um dos pontos cardinais da definição de arte de Danto, aprofundo neste artigo uma investigação específica sobre o assunto. Argumento que o modo como o autor o desenvolve comporta uma ambiguidade, isto é, que há uma confusão entre dois sentidos de interpretação nos textos dantianos, e que seu papel fundamental na definição de arte é inseparável da contextualização histórico-social possibilitada pelo mundo da arte.

Keywords : Interpretação; arte contemporânea; Arthur Danto; mundo da arte; crítica de arte.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )