SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue139COMPOSIÇÕES ENFERMAS - DOENÇA, CRÍTICA E MÚSICA EM THOMAS MANNNIETZSCHE, ADORNO E O WAGNERISMO author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Kriterion: Revista de Filosofia

Print version ISSN 0100-512XOn-line version ISSN 1981-5336

Abstract

SOCHA, Eduardo. MÚSICA INFORMAL: PERSPECTIVAS ATUAIS DO CONCEITO ADORNIANO. Kriterion [online]. 2018, vol.59, n.139, pp.133-156. ISSN 0100-512X.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-512x2017n13907es.

O ensaio “Vers une musique informelle” (1961) é uma das mais conhecidas (e talvez mal compreendidas) contribuições da reflexão musical de Adorno, certamente um dos maiores legados de sua filosofia da música. Este artigo procura, em um primeiro momento, especificar o sentido crítico da contribuição conceitual de Adorno, que visava à superação dos impasses e da alternativa entre pensamento motívico-temático e pensamento serial nas práticas composicionais de época. Em seguida, descreve a intenção propositiva de Adorno ao encaminhar uma “teoria material das formas”, teoria que, na realidade, havia sido concretizada na monografia sobre Mahler, publicada no ano anterior ao ensaio. Por fim, busca evidenciar a atualidade do conceito de música informal, questionando, por um lado, a leitura de Fredric Jameson e, por outro, examinando brevemente os procedimentos de dois compositores contemporâneos cujo teor remete ao conceito adorniano: Helmut Lachenmann e Wolfgang Rihm.

Keywords : Adorno; filosofia da música; música informal; tematismo; serialismo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )