SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue139O FIM DA ESTÉTICA E A NOVA CRÍTICA DE ARTE EM BENJAMIN author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Kriterion: Revista de Filosofia

Print version ISSN 0100-512XOn-line version ISSN 1981-5336

Abstract

LISTIK, Yonathan. AESTHETIC REGIME'S OCCUPATION OF REPRESENTATION. Kriterion [online]. 2018, vol.59, n.139, pp.309-326. ISSN 0100-512X.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-512x2017n13916yl.

Esse artigo trata da relação entre a estética e a representação na teoria de Jacques Rancière. Segundo o autor, a representação é simultaneamente presente e proibida na estética moderna. Ela aparece como um parasita ou um intruso na produção artística. Rancière pergunta: sob quais condições a representação se torna proibida e o que significa a arte não representar? O eixo central da análise explora quais as consequências dessa configuração, com destaque para a política. Segundo Rancière, o conceito de partilha do sensível implica invariavelmente um regime de vida e, portanto, alguma forma de política. Sendo assim, a estética não se limita à arte, mas atinge a vida em seu sentido pleno. A relação entre estética e representação implica necessariamente um modo de vida no qual a representação se torna impossível em todos os sentidos.

Keywords : Estética; Representação; Política.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )