SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número1Elaboração e validação de escala diagramática para avaliação da severidade da ferrugem branca do crisântemoIncidência de fungos em pós-colheita de banana 'Prata anã'(Musa AAB) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Summa Phytopathologica

versão impressa ISSN 0100-5405versão On-line ISSN 1980-5454

Resumo

NAPOLEAO, Reginaldo; CAFE FILHO, Adalberto C.; LOPES, Carlos A.  e  NASSER, Luiz Carlos B.. Efeito do espaçamento e da cultivar de feijoeiro sobre a intensidade do mofo-branco e a sanidade de sementes. Summa phytopathol. [online]. 2006, vol.32, n.1, pp.63-66. ISSN 0100-5405.  https://doi.org/10.1590/S0100-54052006000100009.

Dois ensaios de campo foram realizados para avaliar o efeito do espaçamento entre linhas (30, 45 e 60 cm) e entre plantas de feijoeiro com hábitos de crescimento diferentes, sobre a intensidade do mofo-branco e a sanidade de sementes. No primeiro, foi mantida a mesma população de plantas por área, 27 plantas/m2, reduzindo-se o espaçamento entre plantas. No segundo ensaio, manteve-se o mesmo espaçamento entre plantas, que resultou em populações de 40, 27 e 20 plantas/m2. A porcentagem de plantas infectadas e a severidade da doença não diferiram estatisticamente quanto ao hábito de crescimento da cultivar, ao espaçamento ou à interação entre eles, mesmo a incidência tendo atingido valores de 98,4% em 1998 e de 2,7% em 1999. A porcentagem de sementes infectadas não foi afetada pelo espaçamento, mas diferiu erraticamente em relação às cultivares; em 1998, a cultivar Pérola não apresentou sementes infectadas, o mesmo acontecendo com a cultivar Diamante Negro em 1999.

Palavras-chave : espaçamento entre linhas; plantas; densidade de plantas; população de plantas; Phaseolus vulgaris; Sclerotinia sclerotiorum.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons