SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue1Reduction in the in vitro sensitivity oF Drechslera tritici-repentis, isolated from wheat, to strobilurin and triazole fungicidesAction of the essential oil of mint (Mentha arvensis) on the pathogen Lasiodiplodia theobromae in bunches of grapevine cv. Itália author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Summa Phytopathologica

Print version ISSN 0100-5405On-line version ISSN 1980-5454

Abstract

PEIXINHO, Georgia de Souza; RIBEIRO, Valtemir Gonçalves  and  AMORIM, Edna Peixoto da Rocha. Controle da Podridão seca (Lasiodiplodia theobromae) em cachos de videira cv. Itália por óleos essenciais e quitosana. Summa phytopathol. [online]. 2017, vol.43, n.1, pp.26-31. ISSN 0100-5405.  https://doi.org/10.1590/0100-5405/2201.

Entre as infecções fúngicas que afetam a pós-colheita da videira se destacam a podridão seca ocasionada por Lasiodiplodia theobromae que provoca perdas superiores as perdas no campo, pelo fato de serem adicionados aos custos de colheita, transporte e armazenamento. Produtos naturais vêm sendo utilizados no controle de doenças de plantas, apresentando eficiência na redução do uso de defensivos agrícolas. Desta forma, o presente trabalho teve por objetivo obter o controle da podridão seca pela utilização de produtos alternativos. Foi analisado o crescimento micelial de L. theobromae em placas de Petri contendo o meio BDA suplementado com os seguintes produtos: óleo de citronela, cravo e menta, nas concentrações de 1,0% e 1,5% e quitosana (1,5%). A testemunha foi placa com meio BDA sem adição de produto. Para avaliação do efeito curativo dos óleos sobre o desenvolvimento da podridão seca, cachos da cv Itália foram inoculados com o patógeno e, após 4 h, aspergidos com concentrações 1,0% e 1,5% de solução de óleos de cravo, citronela e menta e de Quitosana a 1,5% e água (testemunha). Posteriormente, para avaliar o efeito protetor dos cachos da cv Itália foram submetidos aos mesmos tratamentos e, inoculados após 4 horas com L. theobromae. Na avaliação do tempo de inoculação, cachos da cv. Itália foram aspergidos com solução de óleos essenciais: cravo (1,5%) e citronela (1,0% e 1,5%), e água (testemunha) e, inoculados após 24, 48, 72 ou 96 h com o fungo L. theobromae. Os óleos de Citronela e Menta, em todas as concentrações foram capazes de inibir o crescimento micelial de L. theobromae. Os óleos essenciais e Quitosana foram eficientes em reduzirem a incidência da podridão seca em cachos da videira cv Itália. No entanto, em relação à severidade apenas os óleos de citronela e menta, na concentração de 1,5% mantiveram a capacidade de reduzir a doença em 30 e 29,2%, respectivamente. O tempo de inoculação influenciou a incidência e a severidade da doença. Quanto mais tempo o material esperou para ser inoculado, maior foi à incidência e a severidade da doença.

Keywords : Vitis sp.; Produto natural; controle de doença fúngica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )