SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número3Fungicidas no manejo da ferrugem da soja, processos fisiológicos e produtividade da culturaControle de Meloidogyne incognita em tomateiro pelo extrato de crambe em diferentes formas de aplicação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Summa Phytopathologica

versão impressa ISSN 0100-5405versão On-line ISSN 1980-5454

Resumo

LIMA, Joilson Silva et al. Escala diagramática para avaliação da severidade do oídio em castanhas de caju. Summa phytopathol. [online]. 2018, vol.44, n.3, pp.252-260. ISSN 0100-5405.  https://doi.org/10.1590/0100-5405/178543.

O oídio, causado pelo fungo Pseudoidium anacardii é atualmente a principal doença do cajueiro (Anacardium occidentale). Devido à importância dessa fitomoléstia e à ausência de métodos padronizados para a sua quantificação, uma escala diagramática descritiva com os níveis 0 (Nota 0), 5 (Nota 1), 17,5 (Nota 2), 37,5 (Nota 3), 62,5 (Nota 4) e 87,5% de área superficial lesionada (Nota 5) foi proposta, elaborada e testada para a acurácia, precisão e reprodutibilidade das estimativas de severidade do ataque do fungo em castanhas de cajueiro. A escala foi testada por vinte pessoas (dez com experiência e dez sem experiência) que utilizaram cinquenta castanhas com diferentes níveis de severidade, previamente mensuradas com auxílio do programa Assess®, para serem avaliadas sem e com o uso da escala diagramática descritiva proposta. Regressões lineares simples entre a severidade real (mensurada eletronicamente) e a severidade estimada por cada avaliador foram utilizadas para a determinação da acurácia e precisão. A reprodutibilidade foi obtida por regressões lineares entre as severidades estimadas da mesma unidade amostral por diferentes avaliadores, combinados em pares, com e sem o uso da escala. O emprego da escala diagramática descritiva para avaliação da severidade do oídio em castanhas de cajueiro mostrou ser de fácil utilização e melhorou os níveis de acurácia, precisão e reprodutibilidade das estimativas, independente da experiência do avaliador. Com o seu uso em levantamento de campo, estudos epidemiológicos, resistência e estudos de medidas de controle do oídio, será possível obter informações mais precisas sobre a intensidade da doença nesse importante patossistema, podendo ser usada por estudantes, técnicos, pesquisadores e produtores para quantificar sintomas do oídio em plantas de cajueiro.

Palavras-chave : Anacardium occidentale; Pseudoidium anacardii; Acurácia; Precisão; Reprodutibilidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )