SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 número4Reação de acessos de Capsicum spp. ao fungo Fusarium solaniControle de pinta preta e de mancha bacteriana em tomateiro por extrato formulado de Rosmarinus officinalis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Summa Phytopathologica

versão impressa ISSN 0100-5405versão On-line ISSN 1980-5454

Resumo

OLIVEIRA, Cláudia Roberta Ribeiro de et al. Potencial de progênies dioicas de mamoeiro para resistência à oídio. Summa phytopathol. [online]. 2018, vol.44, n.4, pp.350-354. ISSN 0100-5405.  https://doi.org/10.1590/0100-5405/167210.

Variedades crioulas constituem fontes importantes de variabilidade genética a ser explorada pelos programas de melhoramento de plantas. No Brasil, o mamoeiro é cultivado comercialmente principalmente nos estados do Espírito Santo e Bahia, mas, domesticamente, é cultivado em todo extenso território brasileiro. Entretanto, estudos de exploração da variabilidade genética existente em variedades dióicas de mamoeiro são incipientes no País. O objetivo desse trabalho foi avaliar o potencial de 20 genótipos dióicos de mamoeiro para características relacionadas à resistência à oídio (Streptopodium caricae). Para tal, foi conduzido experimento em casa de vegetação delineado em blocos casualizados, com quatro repetições e uma planta por parcela. Avaliaram-se: incidência de folhas com sintoma de oídio e a severidade de oídio na quinta e sétima folhas. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância e teste de comparação de médias via método dos quadrados mínimos. Também foram estimados os componentes de variância e o valor genético de progênies para incidência e severidade de oídio via modelos mistos. Observou-se uma situação favorável para se praticar seleção visando à resistência a oídio, com herdabilidade variando de 51,57 à 67,82 e acurácia seletiva acima de 70%. As progênies PMI1, PMI6, PMI8, PMI11, PMI12 e PMI15 foram as que se destacaram por apresentarem potencial para redução tanto da incidência quanto da severidade de oídio em folha.

Palavras-chave : Carioca papaya; Streptopodium caricae; genótipos crioulos; resistência a doença.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )