SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 issue4How to assess the reaction of sugarcane varieties to Puccinia kuehnii?Incorporation of fabaceae biomass into planting substrate for the control of southern blight (Sclerotium rolfsii) in cocona (Solanum sessiliflorum) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Summa Phytopathologica

Print version ISSN 0100-5405On-line version ISSN 1980-5454

Abstract

BUTRINOWSKI, Ivã Tavares et al. Chorume de suíno no controle de tombamento de plântulas em beterraba. Summa phytopathol. [online]. 2019, vol.45, n.4, pp.393-398.  Epub Jan 17, 2020. ISSN 0100-5405.  https://doi.org/10.1590/0100-5405/213796.

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de doses de chorume de suíno (CS), aplicadas em solos com pH 4,8 e 7,2, no controle do tombamento de plântulas de beterraba causado por Rhizoctonia solani. Para montagem do ensaio foram acondicionados em sacos plásticos, 4 g de solo (pH 4,8 e 7,2) e 15 g de inóculo de R. solani kg de solo-1. Em seguida, essa mistura foi umedecida, homogeneizada e mantida em casa de vegetação por sete dias. Após esse período, em cada saco foram incorporadas, as doses do CS (0, 5, 10, 15 e 20%), sendo os sacos novamente armazenados em casa de vegetação. Após sete dias, parte do solo de cada saco plástico foi acondicionada separadamente em 16 células de bandeja de isopor de 128 células, e semeadas duas sementes de beterraba por célula. A emergência e o tombamento das plântulas foram avaliados por 21 dias consecutivos. A outra parte do solo foi utilizada para quantificação da atividade microbiana, por meio do método de desprendimento de CO2, aos 7, 14 e 21 dias. O ensaio foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições por tratamento, e repetido duas vezes. Todas as concentrações de CS testadas reduziram o número de plântulas de beterraba tombadas, em ambos os ensaios, tendo o maior controle da doença sido obtido nos tratamentos com as doses 15 e 20% de CS, em solo com pH 7,2. Além disso, independentemente do pH, todas as doses de CS testadas aumentaram a atividade microbiana do solo.

Keywords : Patógeno habitante de solo; matéria orgânica; Beta vulgaris.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )