SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número3Consumo de álcool entre estudantes de faculdades de Medicina de Minas Gerais, BrasilTutores, alunos e o curso de graduação em medicina: um círculo virtuoso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação Médica

versão impressa ISSN 0100-5502

Resumo

SOUSA-MUNOZ, Rilva Lopes de; SILVA, Isabel Barroso Augusto  e  MAROJA, José Luis Simões. Experiência do estudante de semiologia médica em aulas práticas com o paciente à beira do leito. Rev. bras. educ. med. [online]. 2011, vol.35, n.3, pp. 376-381. ISSN 0100-5502.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022011000300011.

O objetivo deste estudo foi identificar as percepções de estudantes de Medicina que cursaram a disciplina de Semiologia Médica em relação ao contato com os pacientes à beira do leito em aulas práticas no Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba. Pesquisa observacional e descritiva com entrevistas por meio de autoaplicação de questionário semiestruturado elaborado pelos autores e pré-testado. Participaram do estudo 105 alunos com idade entre 20 e 24 (21 ± 1,1) anos, 56,2% do sexo masculino. A grande maioria declarou dificuldade na abordagem clínica inicial do doente (89/84,8%) e 72 (68,6%) referiram insegurança ou medo. Houve aumento de respostas positivas em momentos posteriores da disciplina, porém 34,3% ainda reportaram sentimentos negativos. Observou-se maior constrangimento no questionamento do paciente sobre temas mais íntimos por alunos do sexo masculino. Esses achados reforçam a necessidade de valorizar questões éticas, humanísticas e psicopedagógicas no início da graduação nas escolas médicas.

Palavras-chave : Educação Médica; Currículo; Ensino.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português