SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue2Review of the situations on practice simulation in medicinePró-saúde: an answer to the lack of information of immigrants mothers at the central area of São Paulo City author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Educação Médica

Print version ISSN 0100-5502

Abstract

MIRANDA, Silvana Maria de; PIRES, Maria Marlene de Souza; NASSAR, Silvia Modesto  and  SILVA, Carlos Alberto Justo da. Mudança de atitudes dos estudantes durante o curso de medicina: um estudo de coorte. Rev. bras. educ. med. [online]. 2012, vol.36, n.2, pp. 212-222. ISSN 0100-5502.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022012000400009.

INTRODUÇÃO: Devido ao possível potencial preditivo das atitudes apresentadas pelos estudantes durante o curso de graduação em Medicina, o diagnóstico e o acompanhamento de aspectos atitudinais necessários ao exercício profissional poderiam propiciar mudanças no processo de formação da identidade profissional para efetivação de uma prática médica renovada. MÉTODO: Estudo de coorte, descritivo e quantitativo, por meio da aplicação, em dois momentos, de uma escala de atitudes (tipo Likert com alpha de Cronbach = 0,87), em que se analisam cinco aspectos (ambiência, conhecimento, crença, ética e social) segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina. Os sujeitos foram 202 estudantes de Medicina (52,85% mulheres e 47,15% homens), da primeira à oitava fase, com média de idade de 21,45 anos (Q inf: 21 e Q sup: 22,50); 91,50% provenientes da escola particular; 97,52% solteiros; de família de bom padrão de escolaridade e econômico; 91,54% da Região Sul, sendo 48,77% do próprio Estado; 86,63% não exerciam atividades extracurriculares; e 86,07% tinham como meta ingressar na residência médica após a graduação. RESULTADO: Identificados dois grupos, com provável homogeneidade de comportamento, com tendência atitudinal positiva, mais frequente no sexo feminino, demonstrando provável conflito na dimensão crença. CONCLUSÕES: Os estudantes apresentaram alguns aspectos atitudinais positivos relevantes para a prática médica, não havendo diferenças substanciais considerando-se as fases e o período estudado. Foram percebidos possíveis conflitos atitudinais quando analisados os itens de determinados aspectos, permitindo uma reflexão para possível associação com as questões educacionais e fornecendo subsídios para estudos futuros.

Keywords : Educação Médica; Atitude; Psicometria; Currículo; Estudantes de Medicina.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese