SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue3Efect of the root trainers size on seedling quality of Jatobá (Hymenaea courbaril L. var. stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.), Ipê-amarelo (Tabebuia chrysotricha (Mart. ex DC.) Sandl.) and Guarucaia (Parapiptadenia rigida (Benth.) Brenan)Temporary analysis of the native flora in the surroundings of conservation units: APA Cachoeira das Andorinhas and FLOE Uaimii, Ouro Preto, MG author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Árvore

Print version ISSN 0100-6762

Abstract

BORGES, Silvano Rodrigues et al. Enraizamento de miniestacas de clones híbridos de Eucalyptus globulus. Rev. Árvore [online]. 2011, vol.35, n.3, pp. 425-434. ISSN 0100-6762.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622011000300006.

Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito do regulador de crescimento ácido indolbutírico (AIB) no enraizamento de miniestacas apicais e intermediárias de clones de Eucalyptus urophylla x E. globulus e Eucalyptus grandis x E. globulus. O enraizamento das miniestacas foi conduzido durante 30 dias em casa de vegetação climatizada e, em seguida, as mudas foram transferidas para casa de sombra, permanecendo por 10 dias. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, em arranjo fatorial triplo, constituído de dois tipos de miniestacas (apicais e intermediárias), três concentrações de AIB (0, 2000 e 4000 mg L-1) e 11 clones, em três repetições, compostas de parcelas com 12 miniestacas por repetição. Não houve efeito do AIB sobre as características avaliadas. A sobrevivência e o enraizamento das miniestacas apicais foram significativamente superiores. Houve diferença significativa entre clones quanto às características avaliadas, exceto a sobrevivência após 30 dias na casa de vegetação.

Keywords : Propagação clonal; Miniestaquia; Ácido indolbutírico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese