SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue2Environmental scenarios for land planning of permanent preservation areas in Sorocaba, SPErgonomic evaluation of knapsack sprayers used in forestry author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Árvore

Print version ISSN 0100-6762

Abstract

SILVA, Paulo Sérgio Lima e et al. Biomassas de espécies arbóreas em resposta a densidades de plantio e à competição interespecífica. Rev. Árvore [online]. 2014, vol.38, n.2, pp.319-329. ISSN 0100-6762.  https://doi.org/10.1590/S0100-67622014000200012.

Existe interesse na recuperação de áreas degradadas da Caatinga com o plantio de árvores. Experimentos (E1, E2 e E3) foram realizados, em blocos ao acaso com três, três e cinco repetições, respectivamente, para avaliar as biomassas da parte aérea: a) da gliricidia (G) e sabiá (S), em resposta à densidade de plantio; b) da G, S e nim (N) em competição; e c) da G e S em experimento agroflorestal. E1 foi realizado com parcelas subdivididas, com densidades de plantio (400, 600, 800, 1.000 e 1.200 plantas ha-1) nas subparcelas. E2 foi um fatorial com as seguintes parcelas: GGG, NGN, SGS, NNN, GNG, SNS, SSS, GSG e NSN (cada letra representa uma fileira de plantas). E3 foi realizado com G e S em experimento agroflorestal. As árvores foram abatidas aos 54, 42 e 27 meses de idade, em E1, E2 e E3, respectivamente. Em E1, G foi superior à S nas biomassas frescas de caules e folhas, nas menores densidades, mas inferior quanto à biomassa fresca de ramos, na maioria das densidades. As espécies não diferiram quanto às biomassas médias secas de caules e folhas, mas G apresentou maior biomassa seca de ramos, na maioria das densidades. O aumento da densidade de plantio aumentou as biomassas frescas e secas de caules, ramos e folhas da S, mas reduziu essas características na G, à exceção da matéria seca de folhas, não influenciada pela densidade. Em E2, cada espécie comportou-se igualmente nas parcelas com a mesma espécie ou com espécies diferentes. As maiores biomassas frescas de caule foram apresentadas por G, as de ramos por G e as de folhas por G e N. As maiores biomassas secas de caules, ramos e folhas foram apresentadas por G, S e N, respectivamente. Em E3, G foi superior quanto às biomassas frescas de caules e folhas e biomassas secas de caules e ramos. Não houve diferenças entre espécies quanto às demais biomassas.

Keywords : Azadirachta indica; Gliricidia sepium; Mimosa caesalpiniifolia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License