SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue5SEED BANK AND SEED RAIN IN A TRANSITIONAL FOREST AREA IN THE SOUTH OF BRAZILTHRESHOLDS FOR TRANSPIRATION, DEVELOPMENT AND GROWTH OF Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Johnson IN RESPONSE TO SOIL WATER STRESS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Árvore

Print version ISSN 0100-6762On-line version ISSN 1806-9088

Abstract

BARBOSA, Cylles Zara dos Reis; MENDONCA, Maria Silvia de  and  RODRIGUES, Rodrigo Schütz. MORFOLOGIA DE PIRÊNIO DE TRÊS ESPÉCIES DE Byrsonima Rich. ex Kunth (Malpighiaceae). Rev. Árvore [online]. 2015, vol.39, n.5, pp.831-839. ISSN 0100-6762.  http://dx.doi.org/10.1590/0100-67622015000500006.

As espécies de Byrsonima Rich. ex Kunth são de grande importância medicinal e econômica, mas ainda são pouco estudadas quanto à unidade de propagação. Este estudo teve como objetivo descrever, ilustrar e comparar aspectos morfológicos dos pirênios de Byrsonima crassifolia (L.) Kunth, Byrsonima verbascifolia (L.) DC. e Byrsonima coccolobifolia Kunth ocorrentes em áreas de savana de Boa Vista, Roraima. Os pirênios são globoide, obovoide a ovoide, com endocarpo de coloração marrom-escuro, superfície rugosa e reticulada, e consistência córnea. Possuem lóculos distintos septados com ou sem sementes, cujas paredes externas são de coloração marrom-escuro, grossa e de consistência córnea e as paredes internas são de cor preta, fina e de consistência córnea. Foi observada a variação do número de lóculos e sementes por pirênio entre as espécies. As sementes são exalbuminosas, globoide, obovoide a ovoide, com tegumento de coloração marromclaro, delgado e liso. Apresentam lobo radicular e hipóstase. O embrião é contínuo e axial, com cotilédones cilíndricos e enrolados em espiral. Os pirênios de B. crassifolia apresentam diâmetro superior aos das duas outras espécies. Por sua vez, os de B. coccolobifolia possuem maior comprimento e peso, enquanto que os de B. verbascifolia apresentam menor peso e as sementes com maior comprimento, largura e espessura em relação às outras duas espécies estudadas. As três espécies apresentam padrão morfológico semelhante entre si, diferenciando-se na dimensão e peso dos pirênios e sementes.

Keywords : Diásporo; Morfologia vegetal; Murici.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )