SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número1MODELAGEM NEURO-FUZZY: UMA ALTERNATIVA PROMISSORA PARA ANÁLISE DE RISCOS NO MANEJO DA ARBORIZAÇÃO URBANACONCENTRAÇÃO E DIMENSÕES DE PARTICULADOS SUSPENSOS NO AR DE AMBIENTES FABRIS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Árvore

versão impressa ISSN 0100-6762versão On-line ISSN 1806-9088

Resumo

CARVALHO, Gislean Pereira et al. ANÁLISE DE CRESCIMENTO DO HÍBRIDO Eucalyptus urograndis (E. grandis x E. urophylla) EM RESPOSTA À DERIVA SIMULADA DE HERBICIDAS AUXÍNICOS. Rev. Árvore [online]. 2018, vol.42, n.1, e420107.  Epub 13-Ago-2018. ISSN 0100-6762.  http://dx.doi.org/10.1590/1806-90882018000100007.

O objetivo deste estudo foi avaliar índices de crescimento do híbrido de Eucalyptus urograndis sob aplicação dos herbicidas triclopyr e fluroxipyr+triclopyr. Utilizou-se delineamento em blocos casualizados com quatro repetições em esquema fatorial (3x2x5), correspondendo aos herbicidas (triclopyr e fluroxipyr+triclopyr), ambos em duas doses (0,75 e 1,5% da concentração de 480 g.e.a L-1 para triclopyr e 80+240 g.e.a L-1 para fluroxipyr+triclopyr) mais uma testemunha (plantas que não receberam aplicação dos herbicidas) e cinco datas de avaliação aos 15, 30, 45, 60 e 75 dias após aplicação (DAA). Aos 45 dias após o transplante das mudas, foram realizadas aplicações com pulverizador costal pressurizado a gás carbônico, equipado com pontas bico (XR 110.02) com volume de calda de 200 L ha-1 e pressão constante de 35 kgf/cm2. Foram avaliados: área foliar (AF), área foliar específica (AFE), razão de área foliar (RAF), razão de peso de folha (RPF), taxa de crescimento absoluto (TCA), taxa de crescimento relativo (TCR) e taxa assimilatória líquida (TAL). A deriva dos herbicidas triclopyr e fluroxipyr+triclopyr no híbrido E. urograndis prejudica o desenvolvimento das plantas no início do estabelecimento. Aos 75 dias após a simulação da deriva dos herbicidas as plantas apresentam características de recuperação dos sintomas de intoxicação. É necessário a realização de estudos superiores a 75 DAA para comprovar a recuperação total dos sintomas de intoxicação de plantas do híbrido de E. urograndis resultante da deriva dos herbicidas em estudo.

Palavras-chave : Matocompetição; Reflorestamento; Controle químico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )