SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número6DINÂMICA FLORESTAL DE UMA FORMAÇÃO VEGETAIS SUB-XERÓFILA NO VALOR DE CHANCHAMAYO, DEPARTAMENTO JUNIN, PERUEFEITO DO FOGO NA FLORAÇÃO E FRUTIFICAÇÃO DE ANACARDIUM HUMILE (ANACARDIACEAE) EM CERRADO STRICTO SENSU índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Árvore

versão impressa ISSN 0100-6762versão On-line ISSN 1806-9088

Resumo

SOUZA, Denys Matheus Santana Costa et al. QUALIDADE DE LUZ NA INTRODUÇÃO IN VITRO DE CLONES HÍBRIDOS DE Corymbia. Rev. Árvore [online]. 2018, vol.42, n.6, e420604.  Epub 11-Fev-2019. ISSN 1806-9088.  https://doi.org/10.1590/1806-90882018000600004.

A micropropagação via proliferação de gemas axilares tem sido recomendado para rejuvenescimento/revigoramento de clones selecionados, e consequentemente melhoria no enraizamento de mudas clonais. O sucesso de um protocolo de micropropagação depende da fase de introdução in vitro, visto que as etapas seguintes de multiplicação, alongamento e posterior enraizamento, só podem ser executadas após o estabelecimento de culturas assépticas e com bom vigor vegetativo. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito da qualidade de luz na introdução in vitro de clones híbridos de Corymbia torelliana x C. citriodora e Corymbia citriodora x C. torelliana pela técnica de micropropagação via proliferação por gemas axilares. As mini-stumps, fornecedoras dos explantes para introdução in vitro, foram conduzidas em minijardim clonal semi hidropônico. Segmentos nodais de três clones de Corymbia torelliana x C. citriodora (TC01, TC02 e TC03) e de um clone de Corymbia citriodora x C. torelliana (CT01) foram coletados, desinfestados e inoculados em meio de cultura JADS, à fim de comparar os efeitos da qualidade da luz de Escuro/lâmpada fluorescente, Lâmpada fluorescente, LEDs branco e LEDs vermelho/azul, e. Aos 30 dias após a inoculação, foram avaliadas as características: porcentagem média de contaminação, oxidação, explantes não reativos, comprimento de brotos e o número médio de brotações por explante maiores que 0,5 cm. Com base nos resultados obtidos, o uso da fonte de luz LEDs vermelho/azul obteve os melhores resultados, para todas as características avaliadas na introdução in vitro.

Palavras-chave : Propagação in vitro; Propagação vegetativa; LEDs.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )