SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue6Evaluation of prenatal fluoride supplement prescription in Curitiba and metropolitan region author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Print version ISSN 0100-7203

Abstract

CASULARI, Luiz Augusto et al. Hipertrigliceridemia familiar grave durante a gestação. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. [online]. 2001, vol.23, n.6, pp. 397-402. ISSN 0100-7203.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032001000600009.

A presença de hipertrigliceridemia grave durante a gravidez é rara, mas comporta grande possibilidade de desenvolver complicações, como a pancreatite aguda, que coloca em risco a mãe e o feto. Apresentamos o relato da evolução da gestação de uma paciente portadora de hipertrigliceridemia grave que havia apresentado pancreatite aguda dois meses antes da fecundação. Foi tratada durante o pré-natal com dieta e 3,0 g de ácidos graxos de cadeia ômega-3 (ácidos eicosapentaenóico 14% e docosahexaenóico 11,13%). Os níveis de triglicerídeos foram mantidos abaixo de 800 mg/dl, sendo este limite considerado seguro para evitar o desenvolvimento de pancreatite aguda. A gestação evoluiu, sem intercorrências, para parto vaginal, a termo. O recém-nato não apresentou alterações morfológicas ao nascimento. Concluímos que, nesta paciente grávida e portadora de hipertrigliceridemia grave, uma dieta adequada e o emprego de ácidos graxos de cadeia ômega-3 foram eficazes em prevenir a pancreatite aguda. Esta abordagem terapêutica pode ser uma alternativa para as gestantes portadoras de hipertrigliceridemia familiar.

Keywords : Hipertrigliceridemia; Lipoproteínas; Complicações da Gravidez; Pancreatite.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese