SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue6Characterization of hemophagous areas of the bovine placenta author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pesquisa Veterinária Brasileira

Print version ISSN 0100-736X

Abstract

ITURRIZAGA, David M. et al. A interface materno-fetal em lhamas (Lama guanicoe glama). Pesq. Vet. Bras. [online]. 2007, vol.27, n.6, pp. 221-228. ISSN 0100-736X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2007000600001.

Fragmentos da placenta de 9 animais (28-36 semanas de gestação), provenientes do Instituto Veterinario de Investigaciones Tropicales y de Altura (IVITA), Cusco-Peru, e da Universidad del Altiplano (UNA), Puno-Peru, foram colhidos e fixados em paraformoldeído 4% em PBS para microscopia de luz e em glutaraldeido em 2,5% PBS para microscopia eletrônica de transmissão e de varredura. O material incluido em paraplast cortado com 5 mm foi processado para HE, PAS, Tricrômio de Masson, fosfatase ácida e Perl's e para imuno-histoquimica da uteroferrina. Os resultados mostraram que a placenta da lhama é corialantóide, difusa, pregueada e epiteliocorial e o feto está recoberto pela membrana epidermal. O trofoblasto possui morfologia variada: células cúbicas, arredondadas ou triangulares, com citoplasma contendo grânulos PAS+. Células binucleadas com citoplasma aumentado e núcleo arredondado e células trofoblásticas aumentados com múltiplos núcleos, também foram observadas. Grande quantidade de vasos sanguíneos foi observada entre as células do epitélio uterino e ao redor das projeções coriônicas, as quais estavam subdivididas. A atividade glandular foi demonstrada pelas reações de PAS, Perl's e fosfatase ácida positivas e pela imunolocalização da uteroferrina na luz e epitélio glandular. As glândulas uterinas abrem-se nos espaços formados pelas aréolas, as quais estavam preenchidas por material PAS+. Os fetos das lhamas estavam recobertos pela membrana epidermal, constituída por um epitélio estratificado composto por mais de 7 camadas de células mono, bi ou trinucleadas. A alta vascularização das superfícies materna e fetais indica intensa capacidade de trocas de substâncias entre as duas superfícies, e a atividade metabólica mostrada pelas glândulas uterinas sugere adaptação da gestação às altitudes elevadas do habitat natural desta espécie.

Keywords : Placenta; lhama; trofoblasto; uteroferrina; epiteliocorial; morfologia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English