SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 issue6Characterization of hemophagous areas of the bovine placenta author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pesquisa Veterinária Brasileira

Print version ISSN 0100-736XOn-line version ISSN 1678-5150

Abstract

ITURRIZAGA, David M. et al. A interface materno-fetal em lhamas (Lama guanicoe glama). Pesq. Vet. Bras. [online]. 2007, vol.27, n.6, pp.221-228. ISSN 0100-736X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2007000600001.

Fragmentos da placenta de 9 animais (28-36 semanas de gestação), provenientes do Instituto Veterinario de Investigaciones Tropicales y de Altura (IVITA), Cusco-Peru, e da Universidad del Altiplano (UNA), Puno-Peru, foram colhidos e fixados em paraformoldeído 4% em PBS para microscopia de luz e em glutaraldeido em 2,5% PBS para microscopia eletrônica de transmissão e de varredura. O material incluido em paraplast cortado com 5 mm foi processado para HE, PAS, Tricrômio de Masson, fosfatase ácida e Perl's e para imuno-histoquimica da uteroferrina. Os resultados mostraram que a placenta da lhama é corialantóide, difusa, pregueada e epiteliocorial e o feto está recoberto pela membrana epidermal. O trofoblasto possui morfologia variada: células cúbicas, arredondadas ou triangulares, com citoplasma contendo grânulos PAS+. Células binucleadas com citoplasma aumentado e núcleo arredondado e células trofoblásticas aumentados com múltiplos núcleos, também foram observadas. Grande quantidade de vasos sanguíneos foi observada entre as células do epitélio uterino e ao redor das projeções coriônicas, as quais estavam subdivididas. A atividade glandular foi demonstrada pelas reações de PAS, Perl's e fosfatase ácida positivas e pela imunolocalização da uteroferrina na luz e epitélio glandular. As glândulas uterinas abrem-se nos espaços formados pelas aréolas, as quais estavam preenchidas por material PAS+. Os fetos das lhamas estavam recobertos pela membrana epidermal, constituída por um epitélio estratificado composto por mais de 7 camadas de células mono, bi ou trinucleadas. A alta vascularização das superfícies materna e fetais indica intensa capacidade de trocas de substâncias entre as duas superfícies, e a atividade metabólica mostrada pelas glândulas uterinas sugere adaptação da gestação às altitudes elevadas do habitat natural desta espécie.

Keywords : Placenta; lhama; trofoblasto; uteroferrina; epiteliocorial; morfologia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License